Anterior Próximo

Monte Shasta e seus Mistérios Espirituais

O Monte Shasta localizado no norte da Califórnia é um destino para místicos, gurus, sábios e curiosos de todo o mundo.

Na cidade podemos encontrar diversas lojinhas com roupas de "hippies", boutiques repletas de cristais e feixes de sálvia, com nomes como "Crystal Room" e "Soul Connection".

Este vulcão adormecido 14.525 pés acima do nível do mar é o segundo pico mais alto da cordilheira Cascade. Aqueles que moram na cidade de Mount Shasta contarão histórias de encontros com lemurianos, a cidade oculta de Telos, Saint Germain e desembarques de alienígenas. Mas, de longe, eles sentem estar na presença da energia vital ou vórtice do  Monte Shasta. 

O monte tornou-se conhecido por muitos como um portal, ou vórtice, entre o mundo exterior e interior. O fenômeno se tornou uma sensação internacional, à medida que as pessoas viajam para a montanha para experimentar seus fortes poderes metafísicos. Na verdade, o turismo espiritual tornou-se uma das forças motrizes da economia do Monte Shasta e alguns estimam que metade de todos os turistas visitam a área para uma experiência espiritual.

As culturas antigas consideravam esses vórtices, portais para uma dimensão superior da consciência que ativa e energiza seus corpos etéreos ou energéticos, tornando possível para alguns se tornarem conscientes do que os místicos descobriram. Nossa existência é multidimensional.

Segundo os místicos, o Monte Shasta mantém a posição como o primeiro chakra raiz ou base do mundo. “Existe um mundo interior e exterior”, descreve Andrew Oser, fundador do Mount Shasta Retreats , um centro de retiro espiritual na área. "O espiritual vai diretamente para o interior."

Os retiros espirituais na área normalmente visitam um grupo de “pontos sagrados” na montanha, que inclui lugares como Panther Meadows e Ascension Rock. Para Oser, a prática da espiritualidade no Monte. Shasta não discrimina quaisquer religiões ou crenças, e pode ser usado para qualquer objetivo como uma limpeza interior ou reenergizar a mente e o corpo.

O poder do Monte Shasta tem sido sentido pelos nativos americanos há milhares de anos. A montanha atravessa os territórios passados ​​das tribos Shasta, Wintu, Achumawi, Atsugewi e Modoc. Eles acreditavam que a montanha era habitada pelo chefe espiritual Skell, que desceu do céu até o cume da montanha.

A partir de 1800, o Monte Shasta tornou-se um centro de exploração madeireira na costa oeste, mas a indústria deixou a área na década de 1960 e a cidade montanhosa teve que procurar uma nova identidade. Sem qualquer aviso, o turismo espiritual tomou esse manto e continua a prosperar hoje.

Tradução livre do site:

https://activenorcal.com/a-guide-to-spiritual-tourism-in-mount-shasta/