Notícias

Foto: Washington Alves / arquivo MEC

O Programa do Governo Federal “Escola da Terra” tem como objetivo promover a melhoria das condições de acesso, permanência e aprendizagem dos estudantes, fortalecendo a escola como espaço de vivência social e cultural.

Todos os educadores do país que atuam com turmas multisseriadas do ensino fundamental e em escolas de comunidades quilombolas, participarão do curso de aperfeiçoamento com carga horária mínima de 180 horas. A qualificação dos docentes será de responsabilidade das instituições públicas de educação superior que aderirem ao projeto. A formação compreende um período de frequência no curso, denominado tempo-universidade e outro para as atividades realizadas em serviço (escola-comunidade), com o acompanhamento de tutores.

 

A Prefeitura de Macaé aderiu ao programa e as atividades do programa serão traçadas para atender às unidades no próximo ano letivo. O projeto será desenvolvido nas unidades municipais de Duas Barras B (Glicério), Crubixais de Cima (Frade), Boa Alegria (Sana), Zélia Souza Aguiar (Areia Branca), Carlos Gaspar (Sana), Maria Augusta Aguiar Franco (Bicuda Pequena) e Morete (Frade).

A produção e a oferta do material didático e pedagógico tais como, jogos, mapas, recursos para alfabetização, letramento e matemática ficarão por conta do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Os recursos para a formação dos professores provirão do MEC, mas a execução das atividades caberá a estados, Distrito Federal, municípios e instituições públicas de educação superior.

A Escola da Terra compreende quatro ações:

Formação continuada e acompanhada de professores que trabalham com estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental em escolas multisseriadas no campo e em escolas quilombolas, além dos assessores pedagógicos, que terão a função de tutores;

Oferta de material didático e pedagógico;

Monitoramento e avaliação;

Gestão, controle e mobilização social.

Segundo o Secadi há cerca de 50 mil escolas multisseriadas e quilombolas distribuídas em todo o território nacional. A Escola da Terra é uma das ações do Programa Nacional de Educação do Campo (Pronacampo) do MEC, criada pela Portaria nº 579, de 3 de julho de 2013, do Ministério da Educação.

 

Fontes: MEC

 

http://simec.mec.gov.br/

 

Após um mês de inscrições de receitas e de produtos típicos cultivados ou elaborados no Estado, os organizadores do concurso as “7 Maravilhas Gastronômicas do Estado do Rio de Janeiro”, divulgam a lista dos finalistas.

Macaé celebra nesta segunda-feira o aniversário de 200 anos de fundação da Vila de São João de Macaé, em 29 de julho de 1813.

Página 3 de 3