Ecotelhado é a nova tendência nas cidades

Muito além de uma tendência de arquitetura sustentável internacional, o design biofílico está transformando cidades, vidas e organizações.

A palavra biofilia vem do grego, a partir da junção das palavras Bios (Vida) e Philia (Amor). Seu impacto vai muito além da estética e se reflete diretamente no bem-estar dos seres humanos porque integra todas as vantagens de um jardim suspenso, com a captação de água da chuva, o tratamento de efluente (esgoto sanitário), a captação da energia solar e muitos outros benefícios. Funciona como um isolante térmico e absorve 30% da água da chuva reduzindo a chance de enchentes nas cidades.

O Ecotelhado também age como purificador da poluição urbana e é o único que pode ser usado para tratar os efluentes (esgoto) produzidos na edificação. É recomendado que seja instalado em uma laje plana, utilizando impermeabilização de PVC, com capacidade de formar uma cisterna para reuso de água da chuva e tecnologia anti-raízes.

Qual a diferença entre ecotelhado e telhado verde?

Enquanto os sistemas convencionais usam grandes camadas de terra ou substrato, o Ecotelhado foca na armazenagem da água da chuva e na reciclagem de águas cinzas ou negras do próprio prédio. Por isso, pode ser classificado como um sistema semi-hidropônico.

Sempre indicamos a impermeabilização a base de manta de PVC soldada por termofusão. Essas membranas são própria para telhados verdes, pois protegem a laje de ataques de raízes.

Saiba mais no site https://ecotelhado.com/