Turistas deverão se submeter às novas regras de visitação no Sana

A partir do dia 23 de novembro, a visitação turística na bacia hidrográfica do Córrego do Peito do Pombo no Sana deverá seguir as normas e critérios estabelecidos pela prefeitura de Macaé,

de acordo com a resolução nº 004/2010 do Conselho Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (COMMADS).

O projeto está sendo desenvolvido pelo Conselho Gestor da Apa do Sana, formado pelo poder público e sociedade civil organizada, em parceria com o governo de Macaé e o objetivo é compatibilizar o turismo com a sustentabilidade da comunidade local, além de reforçar que o Sana é uma unidade de conservação e proteção ambiental.

Haverá limite de pessoas nas cachoeiras e na trilha que vai para o Peito do Pombo. Serão permitidas 400 pessoas por vez, com exceção dos moradores do Sana, que serão submetidos a um processo de cadastramento.

Os visitantes deverão se cadastrar provisoriamente fornecendo dados, como nome, procedência e local da hospedagem, no qual receberá uma pulseira de identificação. As brancas permitirão o acesso ao Peito do Pombo, e as azuis, às cachoeiras. A visitação será permitida todos os dias, de 8 às 18 horas.

Algumas proibições:

Tráfego de veículos motorizados e bicicletas;

Acesso de animais domésticos;

Prática de esportes;

Isopores, caixas e similares que sirvam para acondicionar mercadorias e produtos;

Bebidas alcoólicas;

Objetos de vidro;

Aparelhos ou instrumentos que promovam ruídos elevados;

Churrasqueiras;

Barracas de acampamento;

Produtos que venham causar riscos de incêndio;

Óleos bronzeadores.

No próximo feriado do dia 15 (Proclamação da República), haverá uma ação local com o objetivo de informar e sensibilizar visitantes e moradores sobre as normas que serão colocadas em prática no dia 23 de novembro.

 

Em caso de dúvidas:

Secretaria de Ambiente

Tel: (22) 2793-2760

Guichê de Informações Turísticas

Tel: (22) 2793-2781

Fonte:

http://www.macae.rj.gov.br/noticias/leitura/noticia/sana-recebera-novas-regras-de-visitacao